Fórum dos Servidores da Ales nesta quinta feira

Fórum dos Servidores da Ales, nesta quinta feira,dia 8, ás 14:horas, no Plenário Dirceu Cardoso

Publicado em Noticias | Deixe um comentário

Convênio Sindilegis ES – Unyleya – Graduação e Pós Graduação – Ensino à distância

CONVÊNIO SINDILEGIS ES – UNYLEYA

GRADUAÇÃO E PÓS GRADUAÇÃO /ENSINO À DISTÂNCIA

 

 

 

 

 

CURSOS DE GRADUAÇÃO OFERECIDOS

Descontos de 30%  – Inserir código 30%*

Administração (4anos); Ciências Contábeis (4anos); Complementação Pedagógica (1ano);Gestão Ambiental (2anos); Gestão de RH (2anos); Gestão Hospitalar  (2anos e meio); Gestão Pública (2 anos); História (3 anos); Língua Portuguesa (3 anos); Logística (2anos), Marketing (2 anos), Pedagogia (3 anos);

Tel.: 0800 602 6770 / Relação Completa – Site: unyleya.edu.br

 

CURSOS DE PÓS GRADUAÇÃO OFERECIDOS

Descontos de 54%- Inserir Código Descontos de 54%  *

SEGURANÇA PÚBLICA E DIREITO PENITENCIÁRIO – Atividade de Investigação e Inteligência; Direito; Organismo Policial; Processo Penal e Instrumental.

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA (41cursos) – Contabilidade Governamental; Pregão Eletrônico; Planejamento e Orçamento Público.

EDDUCAÇÃO E MAGISTÉRIO (121cursos) – Docência Superior; Gestão Escola e Coordenação Pedagógica; Psicopedagogia.

GESTÃO (134cursos) – Administração de Recursos Humanos no Setor Público; Custos no Setor Público; Gerenciamento em Gestão Pública.

SAÚDE E BEM ESTAR (358 cursos) Auditoria em Sistema de Saúde; Formação Clínica e Hospitalar; Enfermagem Oncológica

Tel.:0800 604 2210 /Relação Completa – Site: unyleya.edu.br

 

 

 

Publicado em Noticias | Deixe um comentário

Sindilegis-ES firma convênio com MedSênior- Assitência Médica

Sindilegis-ES firma convênio com MedSênior- Assitência Médica

O

O Sindilegis-ES estabeleceu convênio com MedSênior-Plano de Saúde para Terceira Idade. O convênio oferece- Plano de Assistência Médica (ambulatorial / hospitalar sem obstetrícia) aos servidores da Ales, que sejam associados ao sindicato e acima de 49 anos de idade.

Os beneficiários também vão contar com mais benefícios sem qualquer custo adicional como; Programas de Medicina Preventiva; Programa de Prevenção e Promoção a Saúde; Centro de Diagnósticos Medsênior; Centro de Terapia da Dor Medsênior; Centro de Oncologia MedSênior e Centro de Oftalmologia.
A assinatura do contrato contou com as presenças dos dirigentes do Sindilegis-ES, Gildo Gomes-presidente e Valmir Castro Alves- Diretor Jurídico, do Secretário de Gestão de Pessoas da Ales- Joel Rangel e sua Assessora Amanda e do Diretor do MedSênior Marcelo Marins. 
Na ocasião diretor do Plano MS- informou, inclusive, que o Sindilegis- ES é a primeira instituição pessoa jurídica a estabelecer convênio com o MedSênior e que em janeiro de 2020, o Plano MS- vai inaugurar o próprio hospital em Vitória.

Nenhuma descrição de foto disponível.

Continue lendo

Publicado em Noticias | Deixe um comentário

Convênio Sindilegis ES – Merry & Pippin Cafeteria e Mate / MEGAMATTE VITÓRIA

CONVÊNIO SINDILEGIS ES – MERRY & PIPPIN CAFETERIA E MATE/MEGAMATTE  VITÓRIA

Descontos de 10% nos produtos vendidos, vantagens e promoções no restaurante. Apresentar carteira/comprovante de associado.
End.: Américo Buaiz-200, Enseada do Suá -Shopping Vitória – Loja Shopping Vitória-

Publicado em Noticias | Deixe um comentário

Entidades dos servidores apresentam sugestões de emendas à Reforma da Previdência, aos deputados

Entidades dos servidores apresentam sugestões de emendas à Reforma da Previdência, aos deputados.

Durante o 42ºEncontro Nacional da Fenale, realizado em Brasília , entre os dias 15 e 17 de maio, foram entregues 10 emendas à reforma da previdência, elaboradas pela Fenale e Fonacate. O Sindilegis-ES participou  do Encontro e da entrega das emendas.

Confira abaixo o  resumo de cada uma das emendas

SE 1 – Idades Mínimas/Aumento da expectativa de vida/Desconstitucionalização/
Entidade privada de previdência/Equilíbrio
Autor: Valtenir Pereira (MDB-MT)
Resumo: Mantém na Constituição Federal as regras para idade mínima, tempo de contribuição e sistemas de previdência complementar. O objetivo é impedir que se altere facilmente as principais regras previdenciárias.

SE 2 – Diversidade da base de financiamento/Outra forma de proteção
Autor: Professor Israel Batista (PV-DF)
Resumo: A PEC pretende segregar o orçamento de cada setor da Seguridade: saúde, previdência e assistência. A emenda mantém o atual modelo de financiamento, isto é, feito por toda a sociedade e com receitas oriundas de diversas bases, como alguns tributos (PIS e Cofins). O objetivo é manter a sustentabilidade de todo Sistema de Seguridade, não permitindo a segregação de seus três pilares.

SE 3 – Invalidez permanente
Autor: Léo Moraes (PODE-RO)
Resumo: Assegura proventos integrais a servidores acometidos por invalidez permanente. Muitos aposentados por invalidez não fazem jus ao benefício integral por sua incapacidade não estar no rol previsto na legislação. O objetivo é conceder o benefício integral para aposentadoria por invalidez permanente, independente do motivo da incapacidade.

SE 4 – Pensão por morte + acúmulo de benefícios
Autor: André Figueiredo (PDT-CE)
Resumo: Aplica cota familiar apenas em valores acima do teto do Regime Geral (R$ 5.839,45), tanto para pensão, como para o acúmulo com aposentadoria. Estabelece a redução do benefício mantendo as condições salariais mínimas para os aposentados e pensionistas. O objetivo é preservar benefícios dos mais vulneráveis, aqueles que recebem até o teto do RGPS.

SE 5 – Capitalização
Autor: Professor Israel Batista (PV-DF)
Resumo: A PEC pretende que cada trabalhador financie sua aposentadoria individualmente. A emenda preserva o sistema solidário para os Regimes Geral (RGPS) e Próprio de Previdência Social (RPPS), para garantir que nenhuma aposentadoria seja inferior ao salário mínimo. Mantém, assim, o modelo de solidariedade. O objetivo é garantir que a sociedade se comprometa com a aposentadoria de cada um, bem como com os riscos previdenciários, sem deixar o encargo exclusivamente para o trabalhador, que nem sempre tem condições de assegurar sua própria aposentadoria.

SE 6 – Abono
Autor: Lincoln Portela (PR-MG)
Resumo: Mantém as regras do abono de permanência na sua integralidade para todos os servidores. O
objetivo é impedir que o valor do abono permanência possa ser reduzido a um valor inferior
contribuição devida pelo servidor.

SE 7 – Militares
Autor: Professor Israel Batista (PV-DF)
Retira tema estranho à PEC, uma vez que a proposta do governo, nesse âmbito, não guarda relação com matéria previdenciária, essência da Reforma.
Resumo: A PEC diz que os militares da reserva poderão ser aproveitados em qualquer órgão público, mediante pagamento de adicional. A emenda suprime este dispositivo estranho ao teor da reforma. O objetivo é impedir que um tema sem relação com matéria previdenciária (“jabuti”) prospere.

SE 8 – Alíquotas ordinárias e extraordinária
Autor: Lincoln Portela (PR-MG)
Resumo: Preserva a previsibilidade de renda dos servidores e impossibilita o confisco salarial, que ocorreria se fossem majoradas as alíquotas existentes e/ou se fossem criadas novas contribuições para equacionar déficits mal explicados. Mantém o sistema, desta forma, sem progressividade de alíquotas e sem contribuição extraordinária. O objetivo é impedir que o servidor seja onerado em sua contribuição previdenciária de maneira injusta e sem a contrapartida na mesma proporção do Ente Público.

SE 9 – Transição regime próprio pedágio de 17% sobre tempo contribuição que faltar
Autor: Professor Israel Batista (PV-DF)
Estabelece “pedágio” sobre o tempo de contribuição que faltar para se aposentar, após a promulgação da reforma.
Resumo: Permite que servidores e professores se aposentem com as regras atuais, pagando um pedágio de 17% sobre o tempo que faltar, após a promulgação da emenda, nos moldes propostos aos militares. O objetivo é garantir uma transição aos servidores e não lhes aplicar, de imediato, as novas regras.

SE 10 – Migração para o RPC
Autor: Professor Israel Batista (PV-DF)
Resumo: Prorroga o prazo para a migração para o Regime de Previdência Complementar (RPC). Possibilita ao servidor, após as mudanças das novas regras, fazer uma opção consciente em um prazo de seis meses: se adere ao RPC ou se continua no RPPS. O objetivo é permitir que o servidor escolha o regime que lhe seja mais favorável, após a promulgação da reforma.

Publicado em Noticias | Deixe um comentário

CENTRAL SINDICAL DOS SERVIDORES, PROTOCOLA PAUTA UNIFICADA

CENTRAL SINDICAL DOS SERVIDORES, PROTOCOLA PAUTA UNIFICADA

A Pública- Central Sindical dos Servidores Públicos, protocolou nesse dia,03, no Palácio da Fonte Grande, a pauta unificada do servidores públicos capixabas.
Com destaque para as reivindicações da recomposição salarial, Reajuste do Auxílio-alimentação; Definição de Data Base para revisão anual das remunerações e subsídios, nos termos do inciso X, do art. 37, da Constituição Federal e Negociação Coletiva conforme determina a Lei Complementar nº 46/94, regulamentada pelo Dec. 3842-N/95.
Os dirigentes dos servidores públicos querem ser atendidos com urgência, que o governo agilize a abertura de diálogo, que já deveria ter sido iniciada no mês de abril. E o governo até agora não sinalizou nada, enquanto o funcionalismo público estadual tem acumulado demandas reprimidas que ocasionam grandes perdas para o servidor público estadual, especialmente no que se refere à recomposição inflacionária dos salários.

 

 

 

 

 

O Sindilegis-ES participou do protocolo do documento com os dirigentes Gildo Gomes e Valmir Castro Alves.

A Pública/ES congrega 20 entidades entre sindicatos associações e federações- Sindipúblicos, Sindilegis-ES, – Sindijudiciários/ES, – Sindifiscal/ES – Sindsaúde/ES, Sinodonto/ES, Sindsaúdebucal, SindPsi, Sinfes,Sindienfermeiros-ES, Sindijornalistas/ES, SINDPD/ES, ASCONTROL, ACEES – ASSIN – AFIDAF – ASSERDES – AESAP – ASSEMPES e FOCATES .

Publicado em Noticias | Deixe um comentário

Reunião do Fórum dos Servidores nesta quinta feira

Reunião do Fórum dos Servidores nesta quarta feira

Servidores ativos, aposentados e pensionistas, nesta quinta feira, dia 25, às 10 horas reunião do Fórum dos Servidores. Contamos com a presença de vocês, nesta primeira reunião de 2019.  Compareçam!

 

 

 

 

Publicado em Noticias | Deixe um comentário

Sindilegis-ES apresenta aos servidores a pauta de reivindicações com 38 pontos

Sindilegis-ES apresenta aos servidores a pauta de reivindicações com 38 pontos

Em Assembleia Geral Extraordinária, realizada nessa quarta feira,10, o sindicato apresentou aos servidores a pauta de reivindicações 2019,com 38 pontos. O Secretário Geral- Leandro Machado fez a leitura das demandas, com explicações dos pontos, em seguida abriu a palavra para as propostas da assembleia.Vários outros pontos foram sugeridos e incorporados à pauta apresentada pela diretoria. De acordo com o presidente Gildo Gomes, a pauta 2019, após ser atualizada com os acréscimos dos servidores participantes da assembleia, vai ser encaminhada ao Fórum dos Servidores e à presidência da Assembleia, para o início das negociações.
Assim que a pauta for atualizada, será disponibilizada nos meios de divulgação do sindicato para conhecimento de todos.

 

Publicado em Noticias | Deixe um comentário

ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA, NESTA QUARTA FEIRA

Assembleia Geral Extraordinária

 O SINDICATO DOS SERVIDORES DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA E DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO ESPIRITO SANTO, por seu Presidente, no uso de suas atribuições legais, convoca os servidores sindicalizados ou não, aposentados e pensionista, para a Assembleia Geral Extraordinária, que será realizada no próximo dia 10 de abril de 2019, às 13h30min, no Auditório II (“Augusto Ruschi”), no andar do Pilotis da ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO, sito na Avenida Américo Buaiz, 205, Enseada do Suá, Cep: 29050-950, nesta Capital, a fim de discutir, deliberar e aprovar sobre a seguinte pauta:

  1. Aprovação da Pauta de Reivindicações do SINDILEGIS para o ano de 2019.

 

Vitória, 04 de Abril de 2019.

GILDO GOMES

 Presidente

 

Publicado em Noticias | Deixe um comentário

GILDO GOMES TOMA POSSE COM PRESENÇA DA FENALE E SINDALESC

GILDO GOMES TOMA POSSE COM PRESENÇA DA FENALE E SINDALESC

O presidente Gildo Gomes e a nova diretoria do Sindilegis –ES, tomaram posse na noite de segunda feira,25, com a presença da Federação Nacional dos Servidores do Legislativo- Fenale e do Sindicato dos Servidores do Legislativo de Santa Catarina-Sindalesc.

Gildo Gomes, em seu discurso, agradeceu à todos que participaram do processo eleitoral do sindicato, seus apoiadores, os integrantes da chapa1, os aposentados que estiveram na campanha, também à chapa de oposição, e enalteceu a presença das mulheres na diretoria. Enfatizou que esta eleição mostrou a história do sindicato, e que ninguém disputa o que não tem valor. Falou que no início da formação da chapa, o deputado Enivaldo pediu que se formasse chapa única, mas que quando viu que a cobiça despertou o interesse de alguns grupos que trariam forças ocultas e inconciliáveis, assim preferiu que o servidores decidissem. Lembrou que a campanha foi marcada por calúnias, ataques morais e à honra dos dirigentes do sindicato e proferiu um ato de desagravo ao ex presidente Leandro Machado.

Gomes destacou que o grupo que está a frente do sindicato há 13 anos, criou uma nova forma de fazer sindicalismo, com protesto pacífico, do qual o pagamento dos 11,98% é a maior demonstração. Disse também que a realização da posse do sindicato no plenário também mostra o novo momento alcançado pela entidade dentro da Assembleia. Afirmou que o legislativo é o verdadeiro poder e o sindicato tem que ter compromisso com a sua defesa. Que os ataques ao poder legislativo vão sempre ter a resposta do Sindilegis, o sindicato não vai aceitar ataques, porque se o legislativo é fraco, o servidor também é. O novo presidente do Sindilegis-ES, finalizou dizendo que não aceitará retrocessos e que a reforma da previdência será a pauta número 1 do sindicato, que será resistência contra a aprovação.

O presidente da Fenale-José Eduardo Rangel em seu discurso de saudação à nova diretoria disse que a Fenale sempre esteve com o Sindilegis-ES, desde o período das manifestações com a marcha fúnebre, na luta pelos 11,98%, e sempre vai estar aqui com o sindicato. Ressaltou a importância da participação das mulheres, chamou atenção para as ameaças sobre a organização sindical, com o fim da obrigatoriedade da contribuição sindical , que enfraqueceu as entidades e também a possibilidade do fim do pagamento descontado na folha de pagamento. Rangel ainda falou sobre a reforma da previdência que os servidores enfrentam, que dizem ser para acabar com privilégios, mas é balela. Considera um escárnio, que é preciso reagir e não permitir que ela passe .

Após concluir o discurso de saudação à nova diretoria, o presidente da Fenale, juntamente com a delegação SINDALESC-Santa Catarina, Diego Vieira-presidente, Alexandre Melo-vice presidente e Nelson Moreira- tesoureiro, ofertou ao presidente Gildo Gomes, uma placa comemorativa da Fenale, pela parceria das entidades.

O presidente da Assembleia Erick Musso, em sua saudação, pediu união, pacificação,  se colocou disponível para continuar negociando as extensas pautas de reivindicações, encaminhada pelo sindicato, que ele pretende continuar zerando e acrescentando mais um ponto.

O ex presidente Leandro Machado, recordou o momento difícil no início de sua militância sindical, em que contou com apoio da deputada Janete de Sá. Que o final de sua gestão é fim de um ciclo vitorioso, marcado pela luta e pagamento dos 11,98%. Destacou a importância da solenidade da posse no plenário da Casa, quando antes o sindicato não podia entrar. Falou que o trabalho desenvolvido pelo sindicato, Mesa diretora e deputados, administração e servidores é um caminho sem volta.

O presidente do Fórum dos Servidores- Deputado Enivaldo dos Anjos, disse que hoje, na Assembleia, a relação dos deputados com o sindicato é profissional, franca, sem politicagem , sem forçação de barra como que não pode ser efetivado. O deputado falou que a Mesa diretora se dispõe a atender o pleito dos servidores dentro do orçamento que se tem. Observou que houve uma mudança na relação e na forma de se reivindicar no sindicalismo atualmente, o sindicato não pode ser mais brigão, tem que ser mais inteligente, conversar e conquistar apoio. Enivaldo também falou sobre a reforma da previdência, que ela vai tirar o direito do trabalhador e reduzir os benefícios.

A solenidade de posse contou na abertura com um culto de Ação de Graças da Igreja Presbiteriana de Laranjeiras-Serra, com participação do Coral da igreja. Houve homenagem de um minuto de silêncio pelo servidor falecido João Batista Pelicione e ao final foi oferecido um coquetel aos participante no Salão Nobre.

A solenidade de posse contou na abertura com um culto de Ação de Graças da Igreja Presbiteriana de Laranjeiras-Serra,  com participação do Coral da igreja. Houve homenagem de um minuto de silêncio pelo servidor falecido João Batista Pelicione e ao final foi oferecido um coquetel aos participantes no Salão Nobre.

Publicado em Noticias | Deixe um comentário